Menu
×

Terms of Use for scooter rental

Terms of Use for scooter rental

 

EN General Terms and Conditions of Rental Contract
A sociedade Addept Team, Unipessoal Lda  RESERVES THE RIGHT TO CHANGE THESE TERMS AND CONDITIONS AT ANY TIME AND/OR WITHOUT NOTICE. The Addept Team, Unipessoal Lda,  placed on Praça João Raimundo, Nº 44-A, Cova da Piedade 2805-116,  in Almada, with the  N.I.P.C 513 808 850 henceforth “Lessor”, rent the user, hereinafter referred to as “Client”, identified in this rental agreement, hereinafter referred to as “Contract”, the vehicle particularly with or without auxiliary motor, motorcycle or vehicle described in the same, hereinafter referred to as “vehicle”, in these terms and conditions.Further specified that the client takes note and agree by signing this document to be bound to observe and respect.

Article 1 – Use of the Vehicle:

1. Under penalty of exclusion from insurance coverage and therefore considered as unsafe, the client agrees not to allow the vehicle to be driven by any person other than those identified and accepted by the lessor, as stipulated in the contract or any attachment or changes that are part and parcel.

2. The client responds by fines and/or penalties from courts, Administrative Authorities, police and other setting, following the respective processes of ordination, connected with the use of the vehicle.

3. The customer undertakes to, outside the periods of use, have the vehicle properly secure with the lock in place and to not let the vehicle’s documents inside of it , and the customer it’s always responsible for the safety of both vehicle and documents.

4. Customer is expressly forbidden to sell, mortgage or otherwise give as security this contract Vehicle, the documents or the tools or other constants in the vehicle or that make use of so as to prejudice of the Lessor.

5. Any breach of the provisions of this Article expressly authorizes the Lessor to collect the vehicle to the client, without prior notice and without prejudice to the damages which under contractual or other legal form, it is required to satisfy.

6. The Client must be over 25 years old and have at least one year of driving experience on a motorcycle in case of renting a 125cc moto or the Client must be over 18 years old in case of renting a 50cc moto.

It’s forbidden to exceed the capacity indicated in the motorcycle handbook.

7. The Client is liable for ensuring that they are legally entitled to drive a motorcycle. A valid license must be presented by the Client. This license must be valid in countries where the Client will drive the motorcycle.

8. It is the Client responsibility to ensure that the rented motorcycle:

a)  Shall be used according to manufacturer’s recommendations

b)  Shall be used in full respect of highway codes of the countries in which it is driven

c)  Shall not be used negligently

d)  Shall not carry more passengers than its approved capacity allows

e)  Shall not be used for racing or competition

f)   Shall not be used for illegal purposes

g)  Shall not carry more weight than it is allowed.

h)  Shall not be used by anyone else except by Clients stated in the rental contract

i)   Shall not be used if its mechanical condition is deemed unsafe

j)   Shall not be used after consumption of drugs or alcohol or other narcotic substances.

l)   Shall not be used when the Client’s physical conditions are weakened by fatigue or illness.

Failure to comply with any of the preceding paragraphs involves the immediate cancellation of insurance and Client accountability on the total value of the motorcycle and accessories as new.

Article 2 – Delivery and Return of the Vehicle

1. The customer expressly declares that it has received the vehicle under the conditions of use mentioned in the contract, equipped with tyres in good condition, subject to proof to the contrary, pledging the client to return the Vehicle in the condition in which it was delivered.

2. The client is obliged to return the vehicle and contract to the lessor on the date and location agreed in this contract under penalty of being held responsible in accordance with its terms.

3. The return of the vehicle it’s only considered effected after the physical verification of the same by a representative of the Lessor, whereby the customer is always responsible for paying all of the damage until that time.

Article 3 – Prepayment-Extension

1. The value of the rent, the amount of pre-payment and the value of the extension shall be determined by the rates in force at any given time, and paid in advance. Credit cards owner’s accepted by the Lessor are not required.

2. In case a prepayment might serve as an extension of the lease. In case the customer wishes to stay with the vehicle beyond the period initially hired and, in order to avoid disputes, the customer undertakes to first obtain the consent of the lessor, with at least 24 hours notice, as well as immediate payment of the amount of the rent and the prepayment of the extension.

Article 4 – Payment

1. The client undertakes to pay the lessor, as soon as you request and upon verification carried out by the lessor, the following costs:

a) the amount corresponding to the duration, the damage caused in the event of theft, damage caused by accident which are not covered by insurance, as well as the driver’s insurance premium, if the customer subscribes it;

b) all taxes and/or fees payable by virtue of the situations provided for in a);

c) the funds corresponding to the fuel and refueling fee, in case the customer doesn’t return the vehicle in accordance with the conditions laid down in article 7.

d) all expenses, judicial or extrajudicial documents, including administrative costs of process management, as well as fines and other pecuniary penalties, whatever their nature that the Lessor incurred directly or indirectly as a result of breach of any legal or regulatory standard imputable to the customer or to the vehicle while in the possession of the customer, even if the knowledge of such expenses or costs arising only after the return of the vehicle;

e) all other expenses, including judicial proceedings, the fees of a lawyer or solicitor hired by the Lessor to get the payment of any sums due by the client;

f) charges with minor damage: the customer undertakes also the payment of minor damage to the vehicle resulting from its use in the period of the lease for this purpose shall be deemed the damage verified at the time of return of the vehicle and that are not mentioned in the contract at the time of the inspection of the vehicle is both the Lessor and customer’s responsibility;

g) The total costs of: repairing the damage that has given cause for shock, collision, overturning or other; theft or robbery of the vehicle and its immobilization; costs of the management of the associated processes.

2. In the case of the present Contract be signed under a trade agreement concluded between the Lessor and a company, the identification number of this agreement should be expressly mentioned, being the respective signatory company jointly and severally liable to the client for payment of any sums referred to in this article.

3. The rental prices are calculated and submitted to the Client when booking the rental. As a rule, these prices include unlimited kilometers, civil liability insurance, and collision insurance, the use of a jet or convertible type helmet and all applicable tax rates

Article 5 – Insurance, roadside assistance and Covers

1. The client or the authorized driver of the vehicle, as set out in article 1 of this contract, participates as insured of a policy of automobile insurance that covers Civil Responsibility towards third parties, in accordance with the laws in force in the country.

2. The customer agrees to protect the interests of the lessor and the lessor’s insurance company in the event of an accident during the period of this rent as follows:

a) undertakes to participate to the lessor any accidents, theft, robbery, fire, even if partial, within no more than 24 hours forcing if, simultaneously, within this period, the participating police authorities, any accident in which arise bodily harm, robbery or theft cases and those in which the fault of the other party should be clarified;

b) undertakes to mention the circumstances in which the accident occurred, the date, time, location, name and address of the witness, the name and address of the owner and the driver of the third party involved and the registration, tag, insurance company and policy number of such third vehicle;

c) undertakes not to declare, under no circumstances, responsible or guilty of the accident towards other parts.

3. Customer acknowledges that the Lessor has no responsibility for loss, theft, robbery or damage of any nature relating to objects and/or utensils transported or which are on the vehicle, including baggage and/or goods, subject to proof to the otherwise.

4. The Lessor reserves the right to pass on to the client for all costs incurred in the event of non-renewal by agreement of the parties and timely the rental agreement, resulting from accident and/or theft of the vehicle.

5. If the client has provided the tenant deliberately false information, in particular relating to their identity, address or driver’s license expiration the Lessee reserves the right to pass on to the client for all costs and damages incurred as a result of such statements, as well as to communicate to the competent authorities.

Article 6 – Maintenance and Repair

1. Regular maintenance due to the mechanics of normal use of the vehicle is the responsibility of the Lessor. In the case of the vehicle be immobilized, repairs may only be carried out with the prior written agreement, the lessor and in accordance with the instructions given, unless it is not possible to contact repair assistance services provided by the lessor.

2. Repairs, after carried out, should have detailed invoice indicating the parts replaced. Minor repairs (including lamps, fuses, oil replenishment) up to the maximum amount of € 20.00 (twenty euros ), are already authorised by the lessor and shall be delivered to the respective invoices on behalf of the Lessor, a maximum of € 20.00 (twenty euros), and obligatorily them bear the tax identification number of the company, Nº 513808850.

Article 7 – Fuels and Oils

1. The fuel expenses are always on the client who should also always check the oil and water level. Any expense must be properly proven in order to enable reimbursement according to paragraph 2 of article 6. Invoicing of fuel: the vehicle  must be returned with same amount of fuel as when it was delivered. If the customer fails to observe this condition, in addition to paying the missing fuel, recognises the right of Lessor to invoice you a refilling rate to cover their expenses for the list value.

2. In case of introduction of different type of fuel used by the vehicle, the customer is responsible for the costs of the replacement of the fuel, removing and washing engine tuning and other damage to the vehicle, without opposition to their amounts.

Article 8 – Term of a Vehicle Rental

1. The rental starts on time and date of delivery of the vehicle and lasts until return of the same effective in accordance with article 2.

2. All and any changes to the terms and Articles of this agreement and which have not been agreed upon in writing, shall be null and void and do not produce any effect. The early check-out does not give the right to return the payment of the rental period missing.

3. The parties give the handwritten signature bet digitally or by any means, digital or electronic biometric conclusive force identical to that of a written document, in accordance with the legislation, having the signature held in those terms has the same validity as the handwritten signature.

4. The rental ends on the day, time and place set forth in the particular terms of the contract. If the Client wants to extend the rental period, they should contact Lessor at least 24 hours in advance. Lessor may or may not authorize an extension. If Lessor does not authorize the extension, and the Client does not return the motorcycle on the day, time and place established, the disappearance of the motorcycle will be reported to the authorities and punished by Criminal Law.

Article 9 – Countries Excluded

Is prohibited, in all circumstances, the displacement or movement of the vehicle leased to any other country other than Portugal Continental or Spain continental.

Article 10 – Personal Data

1. The client consents and agrees to the collection and processing of your personal data and GPS tracking by Lessor. or by other competent authority to do so, in accordance with the law of protection of personal data (Law 67/98 of 26 October), in the following terms.

Article 11 – Applicable Law, Contractual Domicile and Venue

1. The rental agreement is made in accordance with the laws of Portugal, and is governed by them.

2. The parties agree to establish the jurisdiction of the District of Lisbon to resolve any emerging conflict with expressed exclusion of any other.

Article 12 – Competence to address consumer disputes – Lisbon Consumer Conflict Arbitration Center

1. In the event of a consumer dispute, defined in accordance with the provisions of Law no. 144/2015 of 8 September, the consumer may appeal to the alternative dispute resolution body for consumer disputes of Lisbon, in person at Rua dos Douradores, Nº 116 – 2º 1100 – 207 Lisboa, through the telephone nr. + 351218807030, of the e-mail addresses; Director@centroarbitragemlisboa.pt, juridico@centroarbitragemlisboa.pt or through the website www.centroarbitragemlisboa.pt.

2. If there is no alternative dispute resolution body with jurisdiction at the place of conclusion of the contract or the existing one (s) does not consider itself competent because of its value, the consumer may have recourse to the Center National Information and Arbitration of Consumer Conflicts, located in Lisbon, with the electronic address: cniacc@unl.pt and available at www.arbitragemdeconsumo.org.

DELIVERY AND RETURN

Delivery and return of motorcycles are done at agreed location from monday to friday from 09h untill 19h . Delivery or return of the motorcycle during Saturdays, Sundays and holidays have a service tax of 25 euros per motorcycle and must be scheduled.  Delays on the scheduled time will have a surcharge of 10 euros per hour. Delivery or return of the motorcycle in a different place have a service surcharge calculated depending on the distance of the location referred to the head office of Lessor.

COMPULSORY EXCESS OR DEPOSIT

Each motorcycle model has a specific compulsory excess in cash that can be left as a cash deposit at the beginning of the rental. The compulsory excess is the value that the Client is liable to pay for damages or total loss of the vehicle. The rest is covered by insurance. At the end of the rental contract, compensation for any damage to the motorcycle will be deducted from the compulsory excess and the remainder returned to the Client. If an accident is to be reported to the insurance company, the entire compulsory excess will be charged to the Client until the resolution of the case. After the insurance inspection and determination of responsibility, the Client will be refunded the remaining compulsory excess in the event of damages lower than the total amount. Optional accessories such as GPS, helmets and motorcycle equipment are not covered by insurance, the cost to repair or replace due to damage, loss or theft will be sustained by the Client.

INSURANCE

Rental prices include compulsory civil liability insurance and insurance for damages by fall or collision for damages that have values superior than the deposit valid in Portugal. If the Client wishes to leave this territory written notice must be given to Lessor, who will have to ensure the required compulsory insurance. The Client is responsible for taking the repair and replacement costs up to the value of the chosen coverage option (Basic or Total)

In any case the Insurance conditions are cancelled, the Client is liable for all the damage to the rented motorcycle if:

– The Client leaves the scene of an accident in which he has been involved.

– The Client does not immediately report to the authorities and Lessor theft or disappearance of the motorcycle or accessories

– The rented motorcycle was intentionally damaged by The Client or someone for whom you are responsible

– The motorcycle is involved in an accident and the Client fails to notify Lessor at the earliest possible time.

– Motorcycle is piloted under the influence of alcohol, drugs, narcotics or other narcotic substances

– Motorcycle is piloted in areas not authorized by Lessor as unpaved roads and racing circuits.

MECHANICAL FAILURE

In the case of a mechanical failure, you must contact Lessor stating your location accurately and with detailed information about the failure. If repair is necessary and possible, you must obtain Lessor consent before making such repair. If repair is not possible, Lessor will seek to replace the damaged motorcycle at the earliest possible opportunity. Lessor shall refund the value of the corresponding rental to the period when the motorcycle was immobilized, in case it exceeds 1 day due to the possible failure. If for any reason the replacement is not possible, Lessor shall reimburse Client for the rental days not enjoyed. Lessor is not responsible for lost time due to accidents or mechanical failures that could delay or stop the Client holiday or travel plans. Mechanical failures caused by falls, accidents or negligent use, the motorcycle replacement and reimbursement for having an immobilized motorcycle are excluded.

TOLLS

At the end of the rental contract the Client will be charged by Lessor the value of tolls on the motorcycle that was used during the rental period. These values will not include tolls from the last 72 hours; those shall be communicated to the Client for later payment

KEYS

Lessor shall provide the keys corresponding motorcycle and luggage (if applicable). No duplicate will be provided. The Client is responsible for the security of the keys during the rental period and must return all keys at the end of the rental. Lessor is not responsible for damage arising from loss, theft or damaged keys that may cause the premature interruption or end of the rental period contracted. The loss of a key incurs a fee of replacement keys of 200 €

DOCUMENTATION

Lessor shall provide all documents necessary for the circulation of the vehicle in particular copy of the rental contract, registration, proof of ownership and proof of insurance. Client is responsible for these documents during the rental period and should return all documents at the end of this period. The loss of any of these documents incurs in a replacement rate of 100 € per document.

INTERNATIONAL AGENCIES

The Lessor reserves the right to denounce contractual defaults to regulatory agencies belonging to the Client’s country of origin, including Serasa, SPC, Tax Authority and mediator agencies of European Union.

COMPETENT COURT

Both the Client and Lessor agree that all disputes arising from this contract shall be resolved exclusively in the District Court of Lisbon in Portugal.

PT Termos e Condições Gerais do Contrato de Aluguer
A sociedade Addept Team, Unipessoal Lda RESERVA-SE NO DIREITO DE ALTERAR AS PRESENTES CONDIÇÕES GERAIS A QUALQUER MOMENTO E SEM AVISO PRÉVIO. A sociedade Addept Team, Unipessoal Lda. sita na Praça João Raimundo, Nº 44-A, Cova da Piedade 2805-116, em  Almada, com o N.I.P.C 513 808 850, doravante designada por “Locador”, aluga ao utente, doravante designado por “Cliente”, identificado no presente Contrato de Aluguer, doravante designado por “Contrato”, o velocípede com motor auxiliar, motociclo ou veículo automóvel, descrito no mesmo, doravante designado por “Veículo”, nos termos e condições adiante especificados, que o Cliente toma conhecimento e concorda assinando o presente documento que se obriga a observar e respeitar.ARTIGO 1º – UTILIZAÇÃO DO VEÍCULO

1. Sob pena de exclusão da cobertura do seguro e, portanto, considerado como não seguro, o Cliente concorda em não permitir que o Veículo seja conduzido por pessoa ou pessoas que não as identificadas e aceites pelo Locador, conforme o estipulado no Contrato ou qualquer anexo ou alterações que dele façam parte integrante.

2. O Cliente responde pelas coimas e outras penalizações que os Tribunais, Autoridades Administrativas, Policiais e outras fixarem, na sequência dos respetivos Processos de Contraordenação, no âmbito da utilização do Veículo.

3. O Cliente obriga-se a, fora dos períodos de utilização, ter o Veículo devidamente seguro, com o cadeado devidamente colocado e trancado e a não deixar no mesmo os documentos a ele respeitantes sem prejuízo de, de qualquer forma, ser dele sempre portador.

4. É expressamente proibido ao Cliente vender, hipotecar ou de qualquer forma, dar em garantia Veículo, este Contrato, os Documentos ou as Ferramentas e outros constantes no Veículo ou disso fazer uso de forma a prejudicar o Locador.

5. Qualquer infração ao disposto neste Artigo autoriza expressamente o Locador a recolher o Veículo ao Cliente, sem prévio aviso e sem prejuízo das indemnizações que, nos termos legais contratuais ou outros, este fique obrigado a satisfazer.

6. O cliente deve ser maior de 25 anos de idade e ter pelo menos um ano de experiência de condução de motos no caso de aluguer a moto com 125cc ou maior de 18 anos no caso de aluguer a moto com 50cc. Não é permitido exceder a lotação que consta no livrete do motociclo.

7. O Cliente é responsável por garantir que está legalmente habilitado a dirigir uma moto. Uma licença válida deve ser apresentada pelo Cliente. Esta licença deve ser válida nos países em que o Cliente vai dirigir a moto.

8. É da responsabilidade do Cliente assegurar que a moto alugada:

a) Será utilizada conforme as recomendações do fabricante

b) Será utilizada no total respeito pelos Códigos da Estrada dos países em que é dirigida

c) Não será utilizada de forma negligente

d) Não transportará mais passageiros que a sua capacidade homologada permite

e) Não será utilizada em corridas ou competições

f) Não será utilizada para fins ilegais

g) Não carregará mais peso que o permitido pela sua homologação.

h) Não será utilizada por mais ninguém excepto pelos Clientes declarados no contrato de aluguer

i) Não será utilizada se a sua condição mecânica for considerada insegura

j) Não será utilizada após consumo de drogas ou álcool ou outras substâncias entorpecentes.

l) Não será utilizada quando as condições físicas do cliente estiverem debilitadas por fadiga ou doença. O não cumprimento de qualquer das alíneas acima implica a anulação imediata do seguro e a responsabilização do cliente sobre o valor total da moto e acessórios enquanto nova.

ARTIGO 2º – ENTREGA E DEVOLUÇÃO DO VEÍCULO

1. O Cliente expressamente declara que recebeu o Veículo nas condições de utilização mencionadas no Contrato, equipado com pneumáticos em bom estado, salvo prova em contrário, comprometendo-se o Cliente a devolver o Veículo nas condições em que lhe foi entregue.

2. O Cliente obriga-se a devolver o Veículo ao Locador na data e no local previstos no presente Contrato sob pena de, não o fazendo, não se considerar terminado o Contrato com as consequências previstas.

3. A devolução do Veículo só se considera efetuada após a verificação física do mesmo por parte de um representante do Locatário, sendo que o Cliente é sempre responsável pelo pagamento da totalidade dos danos ocorridos até esse momento.

ARTIGO 3º – ALUGUER – PRÉ-PAGAMENTO – PROLONGAMENTO

1. O valor do aluguer, o montante do pré-pagamento e o valor do prolongamento será determinado pelas tarifas em vigor, em cada momento, e pago antecipadamente.

2. Em caso algum o pré-pagamento poderá servir como prolongamento do aluguer. No caso de o Cliente desejar ficar com o Veículo para além do período inicialmente contratado e, a fim de evitar diferendos, o Cliente obriga-se a, previamente, obter o acordo do Locador, com a antecedência mínima de 24 horas, bem como pagar imediatamente o montante do prolongamento.

ARTIGO 4º – PAGAMENTOS

1. O Cliente obriga-se expressamente a pagar ao Locador, logo que tal lhe seja pedido e mediante comprovação efetuada pelo Locador, os seguintes custos:

a) a verba correspondente à duração do aluguer, aos danos causados em caso de roubo, aos danos causados por acidente que não estejam cobertos pelo seguro, bem como ao prémio do seguro do condutor, se tal seguro tiver sido convencionado;

b) todos os impostos e/ou taxas exigíveis por força das situações previstas na alínea a);

c) a verba correspondente ao combustível e à taxa de reabastecimento, no caso de o Cliente não devolver a moto nas condições previstas no artigo 7º;

d) todas as despesas, judiciais ou extrajudiciais, nomeadamente despesas administrativas de gestão de processos, bem como multas e outras sanções pecuniárias, qualquer que seja a sua natureza, que o Locador incorra em consequência direta ou indireta de violação de qualquer norma legal ou regulamentar imputável ao Cliente ou ao Veículo enquanto na posse do Cliente, ainda que o conhecimento dessas despesas ou custos só advenham após a devolução do Veículo;

e) todas as demais despesas, incluindo as judiciais, os honorários de advogado ou solicitador contratado pelo Locador para conseguir o pagamento de quaisquer importâncias devidas pelo Cliente;

f) encargos com pequenos danos: o Cliente obriga-se também ao pagamento dos pequenos danos no Veículo que resultarem da sua utilização no período do aluguer, para este efeito consideram-se os danos verificados no momento da devolução da moto e que não estejam assinalados no Contrato à data do seu início e cuja conferência é obrigação conjunta do Cliente e do Locador;

g) Custos totais relativos a: reparação e os danos a que tiver dado causa, por choque, colisão, capotamento ou outros; furto ou roubo da moto e a sua imobilização; todos os custos da respetiva gestão dos processos a estes factos  associados.

2. No caso de o presente Contrato ser assinado ao abrigo de um Acordo Comercial celebrado entre o Locador  e uma Empresa, o número de identificação desse Acordo deve ser expressamente mencionado, sendo a respetiva Empresa signatária solidariamente responsável com o Cliente pelos pagamentos de quaisquer quantias referidas neste Artigo.

3. Os preços do aluguer são calculados e submetidos ao cliente no momento da reserva do aluguer. Em regra, esses preços incluem quilómetros ilimitados, seguros de responsabilidade civil, seguro da moto, o uso de um capacete tipo jet ou conversível, e todas as taxas fiscais legalmente aplicáveis.

ARTIGO 5º – SEGUROS, ASSISTÊNCIA EM VIAGEM E COBERTURAS

1. O Cliente ou o condutor autorizado do Veículo, consoante o estabelecido no Artigo 1º deste Contrato, participa como segurado de uma apólice de seguro de automóveis que cobre a Responsabilidade Civil perante terceiros, em conformidade com as leis vigentes no País.

2. O Cliente concorda em proteger os interesses do Locatário e da Companhia de Seguros do Locatário em caso de acidente durante o período deste aluguer da forma seguinte:

a) obriga-se a participar ao Locatário qualquer acidente, furto, roubo, incêndio, mesmo que parcial, no prazo máximo de 24 horas, obrigando-se, simultaneamente, dentro do mesmo prazo, a participar às autoridades policiais, todo o acidente em que se verifiquem danos corporais, casos de roubo ou furto e aqueles em que a culpa da outra parte deva ser esclarecida;

b) obriga-se a mencionar na participação as circunstâncias em que ocorreu o acidente, a data, hora, local, nome e morada das testemunhas, o nome e morada do proprietário e do condutor do terceiro envolvido e a matrícula, marca, Companhia de Seguros e número de apólice de tal terceira viatura;

c) obriga-se a não se declarar, em caso algum, responsável ou culpado do acidente junto do terceiro.

3. O Cliente reconhece que o Locatário não tem qualquer responsabilidade por perdas, furtos, roubos ou danos de qualquer natureza, relativa a objetos e/ou utensílios transportados ou que se encontrem na moto, incluindo, nomeadamente, bagagem e/ou mercadorias, salvo prova em contrário.

4. O Locatário reserva-se no direito de repercutir no Cliente todos os custos incorridos em caso de não prorrogação atempada e por acordo das partes do Contrato de aluguer, resultantes de acidente e/ou roubo da viatura.

5. Se o Cliente deliberadamente tiver fornecido ao Locatário informações falsas, designadamente relativas à sua identidade, morada ou validade da carta de condução o Locatário reserva-se no direito de repercutir ao Cliente todos os custos e danos incorridos resultantes de tais declarações, bem como a comunicar às autoridades competentes o sucedido.

ARTIGO 6º – MANUTENÇÃO E REPARAÇÃO

1. A manutenção regular de mecânica decorrente da utilização normal do Veículo é por conta do Locatário. No caso de o Veículo ficar imobilizado, as reparações só poderão ser efetuadas com o acordo prévio, escrito, do Locatário e de acordo com as instruções dadas, salvo se não for possível contactar os serviços de assistência e reparação fornecidos pelo Locatário.

2. As reparações, depois de efetuadas, deverão constar de fatura detalhada, com indicação das peças substituídas. Pequenas reparações (nomeadamente lâmpadas, fusíveis, reposição de óleo) até ao montante máximo de €20,00, estão desde já autorizadas pelo Locatário devendo ser entregues as respetivas faturas em nome da sociedade do Locador, no máximo de €20,00, estão desde já autorizadas pelo Locatário devendo ser entregues as respetivas faturas/recibo em nome do Locador e obrigatoriamente nelas constar o número de identificação fiscal da sociedade, 513808850.

ARTIGO 7º – COMBUSTÍVEIS E ÓLEOS

1. Os combustíveis são sempre por conta do Cliente. Qualquer despesa com óleos deverá ser devidamente comprovada, de forma a permitir o reembolso conforme o nº 2 do artigo 6º. Faturação de combustível: A viatura deve ser devolvida com nível igual de combustível, o do quando foi entregue. Se o Cliente não observar esta condição, além de pagar o combustível em falta, reconhece o direito do Locador  lhe faturar uma taxa de reabastecimento para cobrir as suas despesas pelo valor tabelado.

2. Em caso de introdução de combustível de tipo diferente do utilizado pela viatura, o Cliente é responsável pelas despesas inerentes à substituição integral do combustível, desmontagem e lavagem do depósito, afinação do motor e outros danos causados à viatura, sem oposição aos seus montantes.

ARTIGO 8º – DURAÇÃO DO ALUGUER

1. O aluguer tem início na hora e data de levantamento da viatura e dura até efetiva devolução da mesma nos termos do Artigo 2º.

2. Todas e quaisquer alterações aos termos e Artigos do presente Contrato e que não tenham sido acordadas por escrito serão nulas e não produzem qualquer efeito. A devolução antecipada da viatura não dá origem a qualquer devolução pecuniária, ou em espécie, por parte do locador.

3. As partes conferem à assinatura manuscrita aposta digitalmente ou por quaisquer meios biométricos, digitais ou eletrónicos força probatória idêntica à de um documento escrito, nos termos da legislação vigente, tendo a assinatura realizada, naqueles termos, a mesma validade que a assinatura manuscrita.

4. O aluguer termina no dia, hora e local estabelecido nos termos particulares do contrato. Se o Cliente deseja prolongar o período de aluguer, deve contactar o Locator com pelo menos 24 horas de antecedência. O Locator pode ou não autorizar o prolongamento. Se o Locator  não autorizar o prolongamento, e o cliente não devolver a moto no dia, hora e local estabelecidos, o desaparecimento da moto será reportado às autoridades e punido civil e criminalmente.

ARTIGO 9º – PAÍSES EXCLUÍDOS DO ALUGUER

Fica interdita, em todas as circunstâncias, a deslocação ou circulação da viatura alugada para qualquer outro País que não Portugal Continental ou Espanha Continental.

ARTIGO 10º – DADOS PESSOAIS

1. O Cliente consente e aceita a recolha e tratamento dos seus dados pessoais e GPS tracking pelo Locador ou por entidade competente para tal, de acordo com a legislação de proteção de dados pessoais (Lei 67/98, de 26 de Outubro), nos termos a seguir expostos.

ARTIGO 11º – LEI APLICÁVEL, DOMICÍLIO CONVENCIONADO E FORO

1. O Contrato de aluguer é feito de acordo com as leis Portuguesas, e por elas se rege..

2. As partes convencionam em estabelecer o foro da comarca de Lisboa para dirimir qualquer conflito dele emergente, com expressa exclusão de qualquer outro. O presente Contrato rege-se pelas Condições constantes do mesmo.

Artigo 12º – COMPETÊNCIA PARA DIRIMIR LITÍGIOS DE CONSUMO – CENTRO DE ARBITRAGEM DE CONFLITOS DE CONSUMO de LISBOA

1. Em caso de litígio de consumo, definido nos termos do disposto na Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro, o consumidor pode recorrer à entidade de resolução alternativa de litígios de consumo de Lisboa, presencialmente na Rua dos Douradores, nº 116 – 2º 1100 – 207 Lisboa, através do telefone nr. + 351218807030, dos endereços de correio electrónico; director@centroarbitragemlisboa.pt, juridico@centroarbitragemlisboa.pt ou através do sitio www.centroarbitragemlisboa.pt.

2. Caso não exista entidade de resolução alternativa de litígios com competência no local da celebração do contrato ou a(s) existente(s) não se considere(m) competente(s) em razão do valor deste, o consumidor pode recorrer ao Centro Nacional de Informação e Arbitragem de Conflitos de Consumo, sito em Lisboa, com o endereço eletrónico: cniacc@unl.pt e disponível na página www.arbitragemdeconsumo.org.

ENTREGA E DEVOLUÇÃO

Estas estão previstas no local combinado, durante o horário de expediente, de segunda a sexta feira das 9 da manhã às 7 da noite. Entrega ou devolução da moto durante os sábados, domingos e feriados estão sujeitos a confirmação e agendamento de uma hora específica, sendo taxados a 25 euros por moto e por serviço (entrega ou devolução) Atrasos na hora agendada estão sujeitos a uma taxa acessória de 10 euros por hora de atraso. São possíveis entregas e devoluções em locais diferentes mediante o pagamento de uma sobretaxa a calcular consoante a distância do referido local à sede do Locador.

FRANQUIA OU CAUÇÃO

Cada modelo de moto tem uma Franquia em numerário específica que pode ser deixada como depósito em espécie no início do aluguer. A Franquia corresponde ao valor que o Cliente é responsável por pagar por danos ou a perda total do veículo. O restante está coberto pelo seguro. No final do contrato de aluguer, a indemnização por eventuais danos na moto será deduzida da Franquia e o remanescente devolvido ao Cliente. Caso tenha sido reportada uma participação de seguro por acidente, a totalidade da Franquia será debitada ao cliente até à resolução do processo. Após a peritagem da seguradora e determinação de responsabilidade, o cliente será reembolsado no remanescente em caso de danos inferiores ao total da Franquia. Acessórios opcionais como GPS, capacetes e equipamento de motociclistas não estão cobertos pelo seguro, os custos para reparação ou substituição por dano, perca ou roubo serão suportados directamente pelo Cliente.

SEGUROS

Os preços de aluguer incluem seguros de responsabilidade civil obrigatórios e seguro de danos por queda ou colisão para danos de valor superiores à caução válidos em Portugal. Se o Cliente deseja sair deste território deve dar conhecimento escrito ao Locador deste facto, a qual terá de garantir os necessários seguros obrigatórios. O Cliente é responsável por assumir a os custos de reparação e substituição até ao valor da sua opção de franquia escolhida (básica ou Total)

Em qualquer caso as condições dos Seguros ficam anuladas, passando o Cliente a ser responsável pela totalidade dos danos na moto alugada se:

– O Cliente abandona o local de um acidente em que tenha estado envolvido.

– O Cliente não reporta imediatamente às Autoridades e ao Locador o roubo ou desaparecimento da moto ou acessórios

– A moto alugada for intencionalmente danificada pelo Cliente ou por alguém por quem o Cliente é responsável

– A moto se envolver num acidente e o cliente falhar em notificar o Locador no mínimo prazo possível.

– A Moto é conduzida sob os efeitos de álcool, drogas, narcóticos ou outras substâncias entorpecentes

– A Moto é conduzida em zonas não autorizadas pelo Locador como, estradas não pavimentadas e circuitos de corridas.

FALHA MECÂNICA

No caso de uma falha mecânica, o Cliente deve contactar o Locador  informando a sua localização com precisão e com informação detalhada sobre a falha. Se a reparação é necessária e possível, o Cliente deve obter o consentimento do Locador  antes de proceder a essa reparação. Se a reparação não for possível, o Locador  procurará substituir a moto avariada no mínimo prazo possível. O Locador  reembolsará o valor do aluguer correspondente ao período em que a moto esteve imobilizada, caso ultrapassar 1 dia, devido à possível falha. Se por qualquer motivo a substituição pode não ser possível e o Locador  reembolsará o Cliente pelos dias de aluguer não usufruídos. O Locador  não é responsável por perdas de tempo decorrentes de acidentes ou falhas mecânicas que possam atrasar ou parar os planos de férias ou viagem do Cliente. Nas falhas mecânicas provocadas por quedas, acidentes ou utilização negligente do Cliente, fica excluída a moto de substituição e o reembolso por imobilização da moto.

PORTAGENS E PEDÁGIOS

No encerramento do contrato de aluguer será cobrado pelo Locador  ao Cliente o valor dos pedágios relativos à moto que utilizou durante o período de aluguer. Estes valores podem não incluir ainda as portagens/pedágios das ultimas 72 horas, que caso existam serão comunicadas ao cliente para pagamento posterior.

CHAVES

o Locador entregará as chaves correspondentes ao funcionamento da moto. Não serão fornecidos duplicados, o Cliente é responsável pela segurança das chaves durante o período do aluguer e deve devolver todas as chaves no fim do aluguer. O Locador  não é responsável pelos prejuízos decorrentes da perda, roubo ou danos provocados nas chaves que possam provocar a interrupção ou final prematuro do período de aluguer contratado. A perda de uma chave incorre numa taxa de substituição de chaves de 200€

DOCUMENTAÇÃO

o Locador entregará todos os documentos necessários à circulação do veículo, nomeadamente, cópia do contrato de aluguer, registo, prova de propriedade e prova de seguro. O Cliente é responsável por esta documentação durante o período do aluguer e deve devolver todos os documentos no fim do aluguer. A perda de qualquer destes documentos incorre numa taxa de substituição de documentos de 100€ por documento.

ORGÃOS INTERNACIONAIS

O Locador reserva-se ao direito de denunciar incumprimentos contratuais nos orgãos reguladores do país de origem do cliente, nomeadamente Serasa, SPC, Autoridade Tributária e orgãos mediadores da União Europeia.

TRIBUNAL COMPETENTE

Tanto ao Cliente como o Locador  concordam que qualquer litígio derivado deste contrato será dirimido exclusivamente no Tribunal da Comarca de Lisboa, em Portugal.

 

Back To Home